terça-feira, 23 de janeiro de 2007

Para começar bem...

O REI SOL

O Rui Fonte escreveu um livro. Mais um? Sim...embora não seja de contos ou histórias é um livro. Se ele perdeu dois anos da vida dele a organizar, pesquisar e entrevistar para poder compilar... escreveu-o, certo? Isto tem um ponto de interrogação mas não é uma pergunta, tanto não é que não admito, melhor não respondo a comentários que possam ser feitos a este meu texto.

Ora ia eu a escrever...ah, sim. O Rui Fonte escreveu um livro. A história de 75 anos da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Canas de Senhorim. O livro tem 313 páginas e a meu ver aí é que começa o azar dele. È que se o livro tivesse 312 ou 314 páginas ele podia ter tido sorte, e não o azar que está implicado no número treze, para mais quando é uma capicua. Azar demais caro Rui, muito azar mesmo. È que ser convidado para trabalhar com o Rei Sol dá no que dá...

Mas eu explico, ou tento explicar.

Não estive em Canas aquando do lançamento do já referido livro (já aqui disse que se é um livro tem um autor? Sei lá...talvez a pessoa que o elaborou???), ora mas como a história de tão grandiosa associação sempre me interessou e como acompanhei algum do trabalho que o autor (sim, autor) realizou, desloquei-me a sua casa para lhe perguntar onde o poderia adquirir, e já agora se me podia deixar dar uma olhada no exemplar dele, ver como ficou a capa, a qualidade das fotos,..... Qual não é o meu espanto quando a resposta foi: - Eu não tenho livro! Ainda não mo ofereceram!

Puxa Rui, estamos a 20 de Janeiro!!! Não me digas uma coisa dessas!!! Penso para mim enquanto o deixo absorto nos seus pensamentos.

Finalmente, arranjo o tão afamado livro.

Grosso, bonita capa, boa qualidade, sem autoria.???? Sem autoria??? Mas um livro não tem autor? Não!!! Este tem coordenador!!! Lá deve o Rei Sol ter sabido que o Rui Fonte era Coordenador do Curso de Animação da Escola onde Lecciona!!!

Passemos à frente....

Ainda só passei os olhos sobre o livro mas não tenho dúvidas que é uma excelente montra de tudo o que de bom os Bombeiros de Canas fizeram ao longo destes 75 anos.

Do que li/vi ressalvo:

A começar na página 15 e com um total de 8 páginas temos o Preambulo (indo ver ao dicionário dá qualquer coisa como prólogo). Ora este preâmbulo está assim dividido:

Páginas 15/16/17/18 e 19 assinado com a sua própria letra (para ficar mais bonito) é a parte do Presidente da Direcção (e inclui debaixo da assinatura todos os nomes da direcção). Aqui se agradece a todos e mais alguns. Achei giro o agradecimento à Gulbenkian por uma ambulância dada em 1978. Uma Peugeot HU-65-30. Mais à frente deixei de achar tão giro... esse agradecimento só lá está porque foi num dos reinados do Rei Sol e tem direito a foto e tudo E o agradecimento pelas outras viaturas oferecidas??? Ah! Ok! Foram noutros reinados e não convém referir.

Gostei também da referência aos herdeiros do Sr. Dr. Desembargador Lucilio Vicente Pinto, e passo a citar: “pela oferta à biblioteca (...) de dez mil livros, obtidos por meu intermédio” fim de citação.

E há também a oferta de um autotanque pela Lacticoop que é referido assim “ oferecido por diligência do Presidente da Direcção”

Agradece a tanta gente e, penso eu, e (alguns) merecidamente que se esquece de referir o Autor (já aqui referi a minha teoria de que quem compila também é autor???) Acho que no intimo agradece a ele próprio até!!!

Na página 20 o sábio comandante do quadro de honra Dr. Américo rescreve, e bem, Miguel Torga e nas 21 e 23 é dada a palavra ao seu sucessor Alexandre.

Página 23 carta da Câmara, página 24 em branco, 25 A medalha de ouro do Município e 26 em branco.

Chegamos a página 27 que nos leva até à próxima no meio de agradecimentos que terminam com a família, o geral e o particular. E quem escreveu essas? Perguntam bem porque eu sei. E sei porque perguntei ao autor, porque a revisão feita deve ter tirado o seu nome do fim desses agradecimentos.

Falta ainda muito para folhear mas a nota feita por alguém nas últimas linhas da página 74 leva-me a lembrar os tempos da outra senhora. Meus amigos, um testemunho, diga o que disser tem de ser escrito como foi dito, e acreditem, dito por quem foi AQUILO não é depreciativo.

Eu disse que escrevia e escrevi. Agora o Rui Fonte, quando vir isto, vai ficar chateado comigo. Agora o Rei Sol vai-me olhar de lado na rua. Agora... já não se pode dizer o que se pensa???

Os meus mais sinceros parabéns aos Bombeiros Voluntários de Canas de Senhorim por esta meta atingida. Que continuem a lutar contra todas as adversidades para melhor servir o semelhante.

Cumprimentos

Beco Escuro

"O Autor é como um arquitecto; se o engenheiro não valer nada a obra vem abaixo"

15 comentários:

Anónimo disse...

Não posso deixar de comentar este post. O livro dos BV demorou dois anos a escrever e só eu sei as dificuldades que tive de ultrapassar. É uma obra importante para a Instituição e para Canas de Senhorim.
Sinceramente, esperava um produto que fosse reconhecido pela sua grandeza e não pelos seus defeitos. Cumpri a minha parte e tenho consciência disso.
Preferia, obviamente, que as pessoas se referissem ao livro como uma obra de arte e não como uma colecção de auto-promoções e erros de revisão.
E é pena que não possa confirmar ou desmentir o que o "Beco escuro" afirma porque, de facto, ainda não tenho nenhum exemplar do livro.
Abraço
Boa sorte para este blog.
Rui Fonte

firemans0 disse...

Mal empregado tempo!...Tanta mentira...Tantos erros cometidos...tantas distorções dos acontecimentos. (Até o sr.Manuel de Almeida, foi comndante em vez de presidente), entre tantas falhas, até nem é das piores. Mal empregado dinheiro gasto para esse efeito.
Cumprimentos

Alexandre Borges disse...

Fico triste com a falta de cuidado empregue nesta edição. Merecia melhor sorte.

O facto de o "autor" não ter o exemplar penso que é elucidativo.

Mais uma habilidade de quem não reconhece a sua própria incapacidade. Nada que a mim me espante nesta Direcção.

Anónimo disse...

Só tenho pena, que apesar de o AUTOR do livro ter dedicado tanto tempo na elaboração deste, o senhor presidente e os demais colaboradores desta ver... direcção, nao lhe tenham dado o melhor seguimento... fico triste, desolado, só de pensar, que é esta a direcçao que temos..
Nota-se no livro, que houve dedicação por parte do AUTOR, ou seja, de quem o escreveu, penso eu.. Mas tambem se nota a maneira em como o Senhor Sol trata dos assuntos relativos à associação! e mais nao digo.. pelo menos para já

antónio disse...

É com um sentimento de tristeza que verifico que alguns canenses (sê-lo-ão?) continuam a usar a velha estratégia do bota-abaixo!
Em vez de valorizarem o que conterrâneos nossos fazem, preferem criticar... pela negativa.Curiosamente não ouço, ou não leio, críticas ao Mário "Pica"; deve ser por ele nada fazer, coitado!
Mas, se aparece alguém que faz... lá vêm os críticos do costume ou de ocasião.
Francamente, há pessoas que eu não entendo!
Que me importa, a mim, que se diga que o camião-cisterna da Lacticoop veio pela mão do Eng. Valejo? E que a ambulância da Gulbenkian também veio no seu mandato? Importa-me, sim, é que vieram e que puderam ser úteis a quem deles necessitou.
E também me parece normal que um director que tomou a iniciativa de reunir aspectos da história da Associação num livro evoque alguns dos "feitos" que tenham, porventura, marcado o(s) seu(s) mandato(s).
Por que não se há-de criticar quem lá esteve nas Bodas de Prata e nas Bodas de Ouro que não teve a coragem de fazer um livro? Por que se há-de botar abaixo que a teve nas Bodas de Diamante?

Acaso os escreventes deste blogue "já" passaram pela Direcção dos Bombeiros? Então, onde estão os vossos livros?
Como canense e sócio da AHBV EU gostava de ver cada Direcção escrever um livro (se me faço entender...). Infelizmente, muitos têm sido os que por lá passaram e nada tiveram para escrever (ou muito pouco).

Depois, há o aspecto da "guerra" (mais ou menos institucionalizada) entre Direcção e Comando. De que o depoimento do Comandante Alexandre Borges - acima - é um claro reflexo. E ficam as minhas perguntas: as Direcções são assim tão más? Todas? Ou só as que publicam livros?

Pela minha parte, pesem, embora, algumas imprecisões e algumas lacunas, acho que o livro reune muito do que é a História da Associação. Por isso tiro o chapéu a quem teve a iniciativa de o fazer e a quem teve o trabalho de pesquisa para o poder fazer! O meu muito obrigado por isso!

E uma certeza: EU não critico (negativamente, entenda-se) quem faz melhor do que eu! E nada me custa felicitar quem faz melhor!

cingab disse...

Antes de mais, congratular-me com mais um Blogue e com mais um Blogger... Cá estarei para apoiar dentro das minhas limitações... Força aí!...

E haveria melhor lançamento que falar do Bombeiral???!... Nota-se desde já, que você conhece bem os meandros do markting e publicidade... Se não fosse o Rei Sol, poderia sempre lançar mais um mito dos Luis dos Leitões...

Quanto a este post, e por muito que erice alguém, Um livro comemorativo dos 75 anos de uma associação como os bombeiros, não pode ser uma feira das vaidades de um homem... Contudo, ao Rei Sol, já tudo se perdoa!...

Mas aquilo que mais me chateia é utilizarem o Rui Fonte como escudo, numa tentativa, falhada diga-se, de endireitar o que nasceu retorcido!...

Hugo Rodrigues disse...

Antes de mais quero dar as boas vindas a mais um blogue canense.

Segundo, ainda não tive oportunidade de adiquirir esse tão falado livro, mas hei-de fazê-lo.
E mesmo que seja "mau" (que eu não acredito)é sempre mais um livro de um canense, neste caso do Rui Fonte.
Por tudo isto Rui, os meus parabéns pelo livro do qual és autor e podes ter a certeza que quando eu o adiquirir, te irei pedir que como autor o autografes.

Um abraço

Beco Escuro disse...

Sejam todos muito bem vindos ao meu humilde blogue.Principalmente tu Rui Fonte. Ainda me tens de dizer como raio é que descobriste isto antes de eu o fazer "sair para a rua".
Todos têm razão naquilo que escrevem, e mesmo que não tenham quem sou eu para o dizer.
Uma coisa é certa, quanto a mim, a direcção não agiu nada bem para com o autor do livro. O presidente da direcção não tem necessidade de se auto-promover num livro destes, devia esperar pela saída para os escaparates de um livro de memórias seu (sempre pode ser o Rui a escrevê-lo). Aí pode embandeirar em arco sobre o que fez e o que deixou de fazer. Vem-me à memória um manifesto que ele escreveu há uns tempos em que sobretudo se lê qualquer coisa como EU fiz isto, Eu fiz aquilo, etc...
Sei que as relações entre Comando e Direcção sempre foram azedas, seja que direcção for e seja que comando for, mas não havia necessidade de envolverem quem deu dois anos de vida privada e em regime de voluntariado para que esta obra surgisse.
Faltou aqui a revisão, papel que estava destinado à direcção, mas faltou aqui sobretudo...RESPEITO.

Cumprimentos

Beco Escuro

Alexandre Borges disse...

Já agora informo que o que leu na página 74, entre parêntesis, foi "corrigido" pelo próprio João Marques.

A única coisa que conseguimos (Comando) rever foram as nossas declarações. Diga-se que até esta "exigência" foi conseguida através do "coordenador" pois a Direcção nem isso nos queria facultar.

Cingab disse...

A Direcção?!?... Mas afinal quem é a direcção?!?... Ainda há direcção?...

sancademironhes disse...

@cingab!
Tem que começar a ir às assembleias; então!... como sócio tem o dever de ser mais participativo!...
Cumprimentos

Cingab disse...

E irei, a todas, mas não teno estado por cá!...

Hugo disse...

@António:
Sr.º Antonio, as criticas aqui expostas, sao destrutivas, já que, esse senhor, o 'presidente, lembrou-se de mandar escrver um livro sobre os 75 anos de historia desta grande associação, acontece que, como grande associação que é, e Rui Fonte, que tanto trabalho e dedicação teve para escrever este livro, merecia, pelo menos que o livro saí-se e tratasse mesmo da história dos 75 anos de esxistência, quer de todos os que por lá passaram e fizeram dos Bombeiros, o que são hoje, quer de todos aqueles que ofereceram de qualquer tipo de apoio durante todos esses anos... Concerteza que, nao foi só durante os anos de presidencia do sr valejo, qeu foram oferecidos carros a esta associação. Portanto, e para abreviar a critica, acho que o Rui, os Bombeiros e todos os outros, empresas, instituiçoes ou particulares, que contribuiram de forma voluntária para o engrandecimento dos Bombeiros enquanto instituição mereciam mais respeito e consideração! Digo eu...

Só mais uma coisa, ele podia querer mencionar que a ambulancia e o camiao vieram pela mao dele, mas isso nao implica que nao diga que outros veiculos vieram sem ser pelamao dele, afinal, todos os que vieram foram úteis!

Cingab disse...

E venham mais!

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,